Novidades Concrete Show 2008

Novidades Concrete Show 2008


Concreto translúcido
 
De
origem húngara, trata-se de um tipo de concreto que permite enxergar
através da parede. O concreto translúcido é composto de uma mistura de
5% de fibras óticas e 95% de concreto que favorecem a transparência de
luz sem perder a resistência. Desenvolvido pelo húngaro Áron Losonczi,
o concreto translúcido é mais maleável e impermeável. O material é
cerca de dez vezes mais resistente que o tradicional, suporta cerca de
4.000 kg por centímetro quadrado.
 


Concreto Vitrificado

Fabricado
pela Lafarge, o Artevia Lapidado é um piso decorativo vitrificado de
concreto feito em cima da própria laje que combina a durabilidade do
concreto com um acabamento estético de rara beleza em pisos para áreas
internas e externas. Além disso, proporciona mais economia e agilidade
na execução da obra, pelo fato de se basear em um processo de produção
industrial. O piso de concreto vitrificado pode ser aplicado com mais
de 30 variedades de agregados e cores.

Prédio de 2 andares é construído na feira

Com
o foco no mercado habitacional, a SH construiu em 3 dias um prédio de 2
andares para apresentar o sistema construtivo Concreform. O sistema é
um processo industrializado que reduz em até 70% o uso de mão-de-obra,
que hoje é um dos principais gargalos da construção civil.  Composto de
fôrmas modulares para paredes em concreto, o Concreform substitui os
tradicionais blocos e elimina as etapas de alvenaria, reduzindo os
custos e os prazos da obra. Além disso, o sistema diminui em 20% a
geração de resíduos dentro do canteiro de obra, principalmente madeira.
As fôrmas são montadas com os vãos para as janelas e portas e também
com as tubulações elétricas e hidráulicas embutidas. Após essa etapa,
as fôrmas são preenchidas com concreto. 

 

Sistema Antipichação 

Os
produtos Denverniz Acqua e o verniz antipichação foram aplicados
recentemente na Ponte Estaiada Octavio Frias de Oliveira, em São Paulo
da Denver Impermeabilziantes /SP. É um sistema que envolve a aplicação
de uma resina com propriedades seladoras em concreto aparente, blocos e
tijolos; pedras naturais, alvenaria pintada etc.

 


Capacitação de mão-de-obra

O
SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, levará a feira um
laboratório móvel no qual alunos serão capacitados com a interação do
público. No espaço terá amostras de cimento, argamassa, piso
intertravado, tubos de ensaio, telão, equipamentos de segurança, entre
outros itens. Instrutores realizarão exercícios de execução com alunos
de cursos regulares e visitantes da feira.  

A
ArcelorMittal Aços Longos apresentará seu exclusivo “Caminhão-Escola”
que será utilizado para o “Mestre ArcelorMittal”, um programa para
capacitação de pedreiros e mestres de obra através de cursos
itinerantes. Na unidade móvel, que tem capacidade para atender até 30
alunos, serão ministradas aulas especializadas nas principais cidades
do estado de São Paulo. Além do material didático gratuito, os
participantes também receberão brindes, um lanche e um certificado de
conclusão do curso.

 

Solução EcológicaA
empresa expositora Bautech Brasil traz ao evento o MSET. O produto é
uma emulsão acrílica ecologicamente correta, que forma uma membrana
elástica impermeabilizante e substitui a manta asfáltica. O MSET pode
ser usado para impermeabilizar caixas d’água, lajes, reservatórios e
áreas frias em geral. Entre as vantagens do produto estão a alta
resistência a fungos e bactérias, mais rapidez na aplicação,
possibilidade de ser aplicado por mão-de-obra não especializada e de
ser utilizado em reparos.

 


Cimento queimado

O
sistema FGS Permashine® é utilizado no  tratamento de pisos cimentícios
novos e velhos. O produto aumenta a resistência à abrasão química e dá
brilho permanente, eliminando tratamento de seladores e cera nos pisos.
É utilizado em pisos de concreto, pisos de alta resistência, placa
vibro-prensada e outros pisos cimentícios.

Solução Mexicana para déficit habitacional do Brasil

O
engenheiro mexicano Fernando Mayagoita dará uma palestra para mostrar
como o México está erradicando seu déficit habitacional com a
tecnologia industrializado com paredes de concreto. Está tecnologia
está começando a ser utilizada no Brasil agora (prédio montado na
feira).

Arquitetura como inclusão social

Os
arquitetos Ruy Ohtake e Carlos Bratke participarão de um encontro
inédito para debater do tema “Arquitetura: Sensibilidade, Inclusão e
Ousadia”. Os arquitetos discutirão com o público presente a arquitetura
destinada ao usufruto dos homens como alicerce de sua inclusão social. 
A discussão tem o objetivo de pensar a arquitetura enquanto linguagem,
não somente como suporte de ciência, tratando-a como canalizadora de
sensibilidade, emoção, invenção, prazer e sonho.

 

 

Patrocínio:

     

Apoio:

              

        

                  

          

        

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s