Pavimentando o Caminho para o Sucesso – Empresas e Carreira Profissional

Pavimentando o Caminho para o Sucesso – Empresas e Carreira Profissional | :::: ogerente.com ::::

 
 
 
 
 
 
 
 
Pavimentando o Caminho para o Sucesso

 

* Raymundo Florêncio Pantoja Filho

Durante os meus 36 anos de trabalho, os quais foram desenvolvidos em vários Setores da Economia Brasileira, a saber, Naval, Automobilística, Petroquímica, Química Fina, Papel e Celulose, Bens de Capital, Fundição, Engenharia – Construção e Montagem e ultimamente Óleo & Gás, pude observar como alguns empresários permitem que seus colaboradores trabalhem tantas horas em suas empresas, dedicando a elas a maior parte de seu tempo o qual poderiam estar dedicando as suas famílias ou a outros afazeres / criações, sem saber o porquê, do ponto de vista da empresa. Penso que o conhecimento do motivo pelo qual a empresa existe pode contribuir sensivelmente para a satisfação e conseqüente qualidade no trabalho, com apreciáveis vantagens para ambos os lados, como exponho a seguir.

Após 1991, quando a ISO 9000 foi adotada pelo governo, as empresas iniciaram um processo de aprendizado e desenvolvimento organizacional, visando a competitividade no mercado externo. Tal processo incluía o conhecimento detalhado de suas ações, a transposição dessas ações para Procedimentos e Manuais de Qualidade que pudessem ser considerados parâmetros importantes para a definição do Nível de Qualidade de cada empresa. Isso poderia levá-la à uma Certificação Internacional de seu Sistema de Qualidade (ISO 9001, 9002 ou 9003) e a destacaria de suas congêneres no que diz respeito à manutenção / melhoria continuada do Nível de Qualidade de seus produtos e serviços, colocando-a em um novo patamar de Imagem e Visibilidade, que juntos representam 90% do Sucesso de qualquer empresa ou pessoa.

Durante essa relevante mudança pude perceber os grandes traumas causados pelo componente natural Reação à Mudança, presente em todos os processos de desenvolvimento e que testam a Flexibilidade dos colaboradores internos e externos e pude constatar que muitos deles não sobreviveram pois não foram flexíveis o suficiente, embora, em alguns casos, tivessem muito a contribuir com o processo. E por que isto aconteceu?
Aconteceu pelo motivo de muitos empresários e administradores não terem conhecimento de uma pequena inequação:

VISÃO X MOTIVAÇÃO X AÇÃO > REAÇÃO À MUDANÇA

Sendo o primeiro termo dessa inequação um produto, se qualquer de seus fatores for Nulo, a Reação à Mudança não será vencida e todo o tempo e recursos gastos para promover a Mudança ficarão prejudicados e em alguns casos completamente anulados.

Aqui temos um caso característico de Planejamento Ineficaz ou Inexistente e desvelamento de uma empresa Serrote, aquela que perde, ao primeiro percalço, os seus investimentos e recursos por não fixar e testar suficientemente as suas Ações Planejadas para a Mudança.

E o que poderiam ter feito esses empresários e administradores para dar um significado de Valor ao tempo de seus colaboradores e aos recursos necessários para concluir a Mudança?

Do meu ponto de vista, que é embasado na experiência acima citada, compondo um desvelamento de fatos que fixam a minha Verdade, não tenho a menor dúvida de que, se a Missão dessas empresas tivesse inicialmente sido definida e publicada formalmente pela Alta Administração, com base em Valores e Princípios, cuidando para que fosse fixada, de modo que transparecesse o seu Valor, em pontos estratégicos da empresa, os seus colaboradores estariam trabalhando com uma Direção definida pelo Motivo pela qual a Empresa Existe e isto faz uma grande diferença nas ações desenvolvidas por eles, sejam eles colaboradores internos ou externos. Daria a todos a opção de decidir se continuariam ou não naquela Direção, ou seja, se continuariam ou não colaborando com aquela empresa.

Para mim é óbvio que todos os colaboradores, durante esse processo de desenvolvimento das empresas, perceberam que Formação e Informação são componentes imprescindíveis para qualificá-lo como um colaborador valoroso e os mais flexíveis procuraram se aperfeiçoar nesses aspectos.

Outra característica que considero importante para a valorização do tempo dedicado pelo colaborador à empresa é a definição da sua “Política de Qualidade”. Sua definição deverá ser clara e concisa e os parâmetros por ela abordados deverão ser passíveis de medições.

Vejo uma Política de Qualidade bem definida quando percebo que ela está apoiada na MISSÃO e na VISÃO de FUTURO da empresa, sendo esta última apoiadas pela Formação e Informação de seu(s) Proprietário(s) / Administrador(es) / Colaboradores Internos. Considero imprescindível que a VISÃO de FUTURO seja de Longo Prazo e que este seja compatível com o Ciclo de Modernização do Setor ao qual a empresa pertença. Considero também que o Método de Informação que a empresa utiliza deva ser o mais avançado possível.

Uma Política de Qualidade bem elaborada dará aos Clientes, atuais e futuros, uma boa noção da Direção e Variância da Qualidade de produtos e serviços, assim como os Procedimentos formalizados darão uma noção do seu Nível de Qualidade.

Em termos pessoais e profissionais, estabelecer uma Missão Pessoal e uma Política de Qualidade Intrínseca Pessoal, aprimorando alguns hábitos importantes, constituem em si uma Vitória Interna a qual poderá alavancar a Vitória em Público ou Sucesso.

Estes são aspectos que, quando efetivamente aplicados, desvelarão a “Empresa Degrau”, ou seja, aquela que Planeja / Experimenta ou Faz / Verifica / Age ou Fixa os seus Recursos de Mudança e Aplica os recursos, com esses cuidados, ao longo do tempo. Os cuidados do PDCA – Plan → Do → Check → Act, criados por Kaoru Ishikawa na década de 40, como sendo uma ferramenta para Solucionar Problemas, assim como outras ferramentas como o Diagrama Espinha de Peixe mostraram ao mundo como um Profissional / Empresa / País pode facilitar / pavimentar o seu Caminho para o Sucesso no comércio Internacional.

A aplicação desses conceitos, auxiliados pelo desenvolvimento e aplicação da Inteligência Emocional, estudada e defendida por Daniel Goleman, e pelo desenvolvimento e aplicação dos 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, estudada e sugerida por Stephen R. Covey, dará, ao interessado nesses aspectos, uma vantagem competitiva relevante, além de proporcionar ambientes favoráveis à Criação / Implantação de soluções originais e específicas inigualáveis, contribuindo para a formação de colaboradores valorosos e satisfeitos com a aplicação de seu tempo na empresa, na família e no ambiente em que se relaciona.

O  PARADIGMA  DOS  7 HÁBITOS DAS PESSOAS ALTAMENTE EFICAZES
 
 


Não devemos esquecer que existem aspectos Psicológicos e determinações Inconscientes, que até então não foram considerados e que também são componentes importantes nos processos do cotidiano dos profissionais e empresas.

Cabe lembrar também que dos 4 paradigmas para o Inter Relacionamento Pessoal apenas Vencer & Vencer encerra os fatores fundamentais para o SUCESSO, a saber:

Vencer & Vencer -> Coragem para Vencer e Consideração para que o outro também Vença.
Vencer & Perder -> Coragem para Vencer porém, sem Consideração para com o outro.
Perder & Vencer -> Falta Coragem para Vencer porém existe Consideração para com o outro.
Perder & Perder -> Falta Coragem para Vencer e também falta Consideração para com o outro.

A minha sugestão para que os Profissionais e Empresas pavimentem o seu Caminho para a sua Vitória em Público ( Sucesso ) e consigam ampliar o seu Círculo de Influência, reduzindo conseqüentemente o seu Círculo de Preocupações, é buscar a sua Vitória Interna, dentro do seu Círculo de Influência, conforme esquematizado abaixo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s